Corpo Nacional de Escutas. Sessão #3: Welcome to the real thing. 17 de Março de 2017 [+]

Alguém pediu a Serge Gainsbourg que compusesse a mais bela canção de amor que fosse possível imaginar. E ele, espirituoso como era, não foi menino para se meter pelo atalho já batido das rosas e coraçõezinhos pintados. Nada disso. Saiu-se com “Je t’aime, moi non plus”, um tema que, em 1969 (curioso número…), escandalizou e atraiu irresistivelmente o mundo em igual medida. Nunca como então uma canção fora capaz de descrever de forma tão simples e perfeita o acto sexual. “Je vais et je viens / Entre tes reins”, entoava Gainsbourg, no seu registo semi-falado, alternando com os arrulhos e incitamentos de Jane Birkin, tudo coroado pela repetição de uma melodia de cordas, gloriosa e viciante.*

A terceira sessão do Corpo Nacional de Escutas, “Welcome to the real thing”, com André Guerra, António Pedro Pombo e Nuno Corvacho, foi dedicada às múltiplas ligações entre sexo e música.

* Nuno Corvacho, na Folha de Sala. Texto completo aqui.

asede_ze_cardoso_poster

asede_ze_cardoso_poster

Sessões anteriores:
CNE #1 – O pior de Bowie

CNE #2 – Literapop – Música & Livros

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s